26 abril 2012

As Palavras com teu Nome



Guardo aqui neste meu Eu
Um teu Eu que imaginei
Feito de saudade pura
E que já mais nada tem
Um vazio que não sabes
Que me preenche o espaço
Cuja imensidão  eu sei.
Não ouso sequer pronunciar
As palavras com teu nome
 E nesta  solidão que me queima
Escondo  secreto  o sonho
Que  a sós acalentei
Guardo aqui neste meu Eu
Um teu Eu que imaginei.

1 comentário:

Julieta disse...

Uma combinação perfeita... :-)