19 junho 2010
















A Morte é a única regra para a qual não existe excepção.
Saramago dizia que  a  nossa maior tragédia é não saber o que fazer com a vida.
Eis o exemplo de um homem Inteiro que cumpriu o seu designio, vivendo em plenitude todas as excepções que a Vida lhe concedeu - tornou-se assim num ser verdadeiramente  excepcional.
Soube parar o Tempo. "A vida é assim, faz-se muito de coisas que acabam, Também se faz de coisas que principiam, Nunca são as mesmas."
"Quero encontrar a ilha desconhecida, quero saber quem sou quando nela estiver." - Partiu em paz, submetendo-se  à única regra para a qual não existe excepção. Hora de chegada à ilha : 12:45 do dia 18 de Junho de 2010.

1 comentário:

Miguel Santos disse...

Boa tarde...
Por aqui andei...li...reli e voltei a ler...faz jus ao titulo ao nome...aqui se encontra o peso, medida a intensidade, talvez (quase certo) de um olhar diferente da e para a vida...
Friend.
Miguel APN Santos