26 novembro 2011

O Sistema de Manchester

Está sol lá fora.
Há coisas que me irritam, pois há; mas está sol lá fora!
Sou livre de sair, apanhar esse sol na minha mão, fechar os olhos e sentir que tenho todo o meu corpo a funcionar na perfeição – dou graças a Deus! Sou cristã, acredito que “lá fora” é a catedral onde o Deus em que tenho fé  se manifesta. Apesar de ser inverno, está sol “lá fora”!
Irritei-me e fiquei entristecida  porque na entrada do “meu” prédio - que não é meu, é do senhorio -que  tem  3 apartamentos por piso,  a multiplicar por 7 andares – havia uma cameleira carregadinha com muito mais que 20 botões de camélias vermelhas prontas a desabrochar, as flores eram dobradas; e digo havia, porque já não há! Mão humana e selvagem tratou de cortar as pernadas da árvore, inclusive arrancá-la da terra. Agora o canteiro está mais bonito! E eu adoro camélias, eu e a Margarida . Mas essa morreu tuberculosa - aposto que quem vandalizou a cameleira na entrada do “meu” prédio também terá alguma doença, será demência certamente – e porque anda tudo a ficar doido! E a Tuberculose grassa por aí. E tanto anda tudo a ficar doido que já nem se preocupam em relativizar – não há triagem como aquela nos hospitais – a de Manchester: é claro que quanto mais grave a situação clínica mais rapidamente devem ser atendidos. Ora isto deveria ser aplicado em todos as situações da nossa vida. Perguntam-me onde quero chegar ?! Já lá vou! A situação é a triagem! O que é verdadeiramente importante na nossa vida? Valerá a pena irritar-mo-nos porque a campainha da porta avariou? Ou a torneira? Pinga? Não toca? – a campainha? Bom…. Alguém me dizia que a “cozinha é o coração da casa” – quando existe uma avaria, o pinga-pinga da torneira, o esquentador que não funciona, o fogão que tem os bicos entupidos! Faz favor de ir à triagem!!! Fita verde colocaria eu no pulso dessa pessoa – não é emergente, não é urgente – é “chato” ah , pois é! O coração da casa somos nós, aliás nós somos o coração do mundo! Mas querem saber o que verdadeiramente é mais chato? É não poder ir “lá fora” pelo próprio pé, sentir o sol na cara, e ainda estar “lá fora” e não poder “ir para dentro” simplesmente porque o “ir para dentro” não existe – traduzindo : sem –abrigo, sem emprego, sem serviço nacional de saúde, sem médico de família e , pelo andar da carruagem, sem salário! Isto pela triagem de Manchester é uma fita vermelha no pulso, um AVC ! E como hoje é sábado e o sol brilha lá fora, vou sair e dar valor às pequenas coisas, que são muito maiores do que nós julgamos – e até que sabemos disso, mas temos tendência a esquecer – de vez em quando levamos um abanão , quando vemos um familiar ou amigo a partir , sabe-se lá para onde – e por breves instantes temos a noção da dimensão das “coisas” . Ora minha gente, vamos lá a relativizar e a dar sentido à vida! Apliquem nas vossas curtas existências o Sistema de Manchester! Pena foi a cameleira que foi á vida! Vandalismo puro!!! É com isto que temos de viver!

7 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Arrobamiga

O vandalismo preocupa-me, assusta-me e finalmente enoja-me: Não é que eu seja muito atreito a purezas, santidades, moralidades e coisas assim: não sou.

Mas, revoltam-me o vandalizar que por aí medra. Esse éke uma me...da.

Voto, pois no Sistema de Manchester, mesmo não sabendo perfeitamente o que é... Mas é melhor do que o vandalismo.

Petrarca disse...

Há prioridades, claro que há, sou um manchesteriano convicto desde tenra idade, ainda Manchester era só a Covilhã inglesa. :)
Por isso mesmo, embora lamentado o passamento da cameleira, digo antes ela que eu, que a Arroba e que muitos "quilos" que andam por aqui (também tenho uns quilos a mais que bem poderiam ter ido com a cameleira).
Vivamos, pois.
Bjo.

Álvaro Lins disse...

Esquece a triagem de Manchester:)! Ou ainda sofres uma embolia:)
O vandalismo define uma mentalidade!
Bjo
P.S.- A camélia da foto... é linda!

Álvaro Lins disse...

Esquece a triagem de Manchester! Ou ainda sofres uma embolia:)!
O vandalismo define uma "civilização"
Bjo

P.S.- A camélia da foto... é linda.

Petrarca disse...

Como já disse noutro local, espero estar presente no dia 3.
Bjo.

OceanoAzul.Sonhos disse...

O eterno porquê das atitudes de determinadas mentes... lamentável.

Espero que tenha corrido tudo bem no lançamento do seu livro, tive imensa pena de não ter estado presente. Muito sucesso, é o meu desejo.

beijinho
oa.s

OceanoAzul.Sonhos disse...

peço desculpa... fiz confusão com a data, é amanhã... :)