19 abril 2008

Era uma vez um príncipe encantado.....

Era uma vez um príncipe encantado que decidiu procurar a sua princesa através da Internet, um método fácil, e bastante económico, sobretudo confortável – assim pensava o nosso príncipe.
A história que vou aqui deixar-vos é, naturalmente uma espécie de simbologia do real com algumas nuances de ficção.
O nosso príncipe encantado tratou de escolher o melhor alazão, um puro sangue lusitano, um filho do vento muito veloz, uma memória de elefante, audição e vista apuradas.
Ele queria o melhor para concretizar a busca pela sua princesa encantada!
Inscreveu-se em vários torneios, autênticos “sítios” de encontros virtuais e diversos provedores. Criou várias contas de Hotmail E começou a cavalgada!
E todas as noites cavalgava à desfilada por entre regiões nebulosas, térreas étereas, locais inacessíveis ao comum dos mortais. Visitou várias cidades, países inclusive!
E, assim, toda noite navegava à procura de sua futura mulher.
Na sua lista constavam desde terapeutas até uma ex-guerrilheira, passando por profissionais liberais, executivas, artistas plásticas, donas de casa, desocupadas, enfim, lá estava este cavaleiro andante sempre em busca do sonho e da quimera.
Consoante os locais e o tempo usava vários nomes, uma vez era Romeu e na seguinte poderia ser Gandhi ou mesmo Apolo. Bastava-lhe usar a imaginação que a fada madrinha lhe tinha dado aquando do seu nascimento.
Com o passar do tempo apresentava sinais de evidente cansaço, porque nenhuma mulher queria levá-lo a sério, mesmo mostrando todas as qualidades que um ser humano íntegro e responsável deveria possuir.
Comentava que a psicologa o tratava como paciente. A guerrilheira convidou-o para aulas de sobrevivência na selva amazônica.
E as propostas eram as mais escabrosas: sustentar toda a família do ex-marido, viver numa praia paradisíaca, viajar para Nova Iorque, sem falar numa alpinista que queria casar no Monte Everest.
Já não sabia o que fazer. Afinal, foi procurar uma princesa encantada e só encontrou bruxas no castelo assombrado.
Ficou algum tempo sem frequentar a Internet. Bloqueou o MSN e voltou para a vida boémia com devidos aplausos dos amigos e afins.
Notou que depois da farra os ditos cujos amigos e casados voltavam para seus felizes lares e lá ia o nosso príncipe perdido na solidão da noite.
Dizem que a raposa perde o pêlo mas não perde o vício.
E para acabar com tanta solidão só restou reactivar o cavaleiro andante e toda sua Távola Redonda.
Reabriu todos os canais competentes e voltou à caça.
Tinha que dar certo.
Um dia, deu de caras com uma “Cinderela”.
Paixão à primeira vista. Trocaram mil e-mails, mantinham conversas no MSN, viam-se pela webcam, fora a conta do telefone que crescia dia a dia.
Chegou o grande dia: conhecer a sua princesa encantada.
Roupa nova, perfume, lavagem no carro e lá foi o príncipe para o encontro.
Sentando num café, no centro comercial, aguardava ansioso a rainha do seu coração.
Em dado momento observou que ela estava a chegar. Igualzinha às fotos e às imagens da webcam.
O coração batia forte e o príncipe correu ao seu encontro, esquecendo-se até de pagar o café. Isto para não falar no parque de estacionamento, onde igualmente se tinha esquecido de colocar o talão do parquímetro – é que no regresso (ele não sabia) o carro estaria bloqueado e teria de pagar uma avultada coima!
Enfim….adiante!
Beijos, abraços, trocas de juras amorosas, suspiros e outras frescuras de um primeiro encontro.
Embriagados de tanta paixão logo congeminaram um local idílico: Cama redonda, perfume no ar, música sensual, ambiente embriagado afim de unirem os seus corpos nas emoções do amor.
Eis que a princesa lhe diz: “vou me preparar amor, aguarde”.
O apaixonado agitou-se na cama tenso, tremendo de emoção.
Minutos depois (que pareciam eternidades) porta abriu-se…e …o nosso príncipe caiu estatelado na cama.
A linda princesa era um ET!
……………..

2 comentários:

Um Momento disse...

Outch!!!!!!!!!!
Já não bastou ter o café para pagar... o parquimetro.. e a avultada coima ainda lhe sai um ET????
( e eu a pensar que era um travesti!!!)

:)))))))
Adorei ler ... Mesmo!!!!

Grata:))))))))))))

Beijo sorridente e gelo para a cabecita do "nosso Princepe":D

:)))))))))))

(*)

mariz disse...

Salvé querida! Vim aqui há pouco mas o comentário não fixou...porém não queria deixar de a convidar a ver o meu trabalho de 24h que até estou azul. Beijinhos meus deitados do céu para a terra.